Especialista dá 10 dicas para evitar a osteoporose na velhice

Há 30 anos, o período de vida de um brasileiro era, em média, de 62,5 anos. Hoje, chega a 74,9 anos, segundo dados do IBGE. A tendência é que, até 2040, 30% da população brasileira seja composta por idosos. Com esse aumento da longevidade, os profissionais da saúde terão desafios relacionados às doenças que aparecem na terceira idade, como osteoporose.

De acordo com o ortopedista Caio Gonçalves de Souza, médico do Hospital das Clínicas de São Paulo, mulheres e homens com menos de 51 anos precisam, em média, de 1.000mg de cálcio por dia. A partir dos 51 anos, esse número aumenta em, no mínimo, 200mg. Um copo de leite tem cerca de 300mg de cálcio, por isso as mulheres deveriam beber cerca de quatro copos de leite por dia, visando à prevenção da osteoporose. “A boa notícia para as pessoas que são intolerantes à lactose ou que simplesmente não gostam de leite é que existem muitas fontes não lácteas de cálcio. Existem também medidas que você pode tomar para se certificar de que seu corpo está absorvendo tanto cálcio quanto possível”, diz.

Coma mais vegetais: espinafre, brócolis e outros vegetais folhosos na cor verde-escuro são especialmente ricos em cálcio, fornecendo cerca de 100mg de cálcio por porção.

Pare de beber refrigerantes. A bebida aumenta os níveis de fosfato no sangue e afeta os níveis de cálcio dos ossos, além de impedir a absorção de cálcio novo pelo organismo.

Coloque o salmão enlatado na dieta: 75g de salmão enlatado contêm 181mg de cálcio.

Aveia é essencial, uma xícara de farinha de aveia fornece de 100mg a 150mg de cálcio.

Invista nas oleaginosas: amêndoas e castanha contêm cerca de 100mg de cálcio por porção.

Beba seu café com leite de soja.

 

Fonte: ESTADO DE MINAS